Prefeito diz que perdoa mandante do atentato, mas quer justiça

Joel Ferreira de Lima (PT) garante que continua levando sua vida normalmente e não quer vingança

iG Minas Gerais | Sandra Nascimento |

O prefeito de Ibiracatu, no Norte de Minas Joel Ferreira de Lima (PT) afirmou que perdoa o mandante da tentativa de assassinato contra ele, o vice José Neto Soares Coutinho (PT). "Eu o perdoo. Quero apenas que se faça justiça e pague pelo crime que cometeu na cadeia". afirmou, do seu gabinete, onde mantém sua rotina regularmente,  após ter escapado do atentado.

"Eu estou bem, venho me recuperando e continuo trabalhando normalmente". diz o prefeito.  Lima conta que ficou muito surpreso quando soube da autoria da tentativa de homicídio. "Nós nos dávamos bem, nunca tivemos problema. Inclusive fui eu quem o filiou ao partido", lembra. " Só pode ter sido a sedução do poder", arrisca o prefeito, que garante que querer vingança. 

Aos 50 anos, casado há mais de 20 anos,  pai de cinco filhos entre 22 e 06 meses de idade,  Joel Ferreira de Lima diz que continua levando sua vida ao lado da família e administrando a cidade e aguardando o andamento da Justiça. Diz que ninguém deve assumir o cargo de vice-prefeito. "O presidente da Câmara até poderia assumir,  respeito o cargo, mas na verdade, o vice não tem muita função", conclui.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave