Museu dos Brinquedos estimula consumo consciente

O evento incentiva adultos e crianças a praticar o consumo equilibrado. As crianças podem levar os brinquedos que desejam trocar e fazem as negociações com ajuda dos pais.

iG Minas Gerais | dA rEDAÇÃO |

As crianças podem levar os brinquedos que desejam trocar e fazem as negociações com ajuda dos pais.
As crianças podem levar os brinquedos que desejam trocar e fazem as negociações com ajuda dos pais.

O Museu dos Brinquedos promove a quarta edição da Feira de Troca de brinquedos e livros infantis neste sábado, às 14h30. O evento incentiva adultos e crianças a praticar o consumo equilibrado e consciente. As crianças podem levar os brinquedos que desejam trocar e fazem as negociações com ajuda dos pais. “A proposta é promover um momento de reflexão sobre o consumo, estimular o senso de comunidade e colocar em prática conceitos da economia solidária”, diz Tatiana Camargo, coordenadora de projetos do Museu dos Brinquedos.

Ela conta que a feira estimula a interação entre as crianças, a proximidade entre pais e filhos, além de educar sobre o consumo colaborativo. “Eles passam a entender que objetos que não utilizam, mas podem ser úteis para outras crianças e vice versa” completa.

A criança monta seu cantinho de exposição com os livros e brinquedos que desejam trocar. Quando um se interessar por algum objeto, terá que iniciar a negociação com o dono do brinquedo ou livro. “A ideia é que eles negociem sozinhos, os adultos só devem intervir em caso de conflito”, acrescenta Tatiana.

As trocas também podem ser trianguladas, ou seja, entre três pessoas. A criança pode levar quantos brinquedos e livros que desejar. Vale levar bonecas, bolas, carrinhos, jogos, bichinhos de pelúcia e outros brinquedos desde que estejam em bom estado de conservação. A única exceção são brinquedos que imitam armas, como revólver de água e espada. O Museu do Brinquedo fica na Avenida Afonso Pena, 2564, Funcionários

Leia tudo sobre: brinquedotroca