Arábia decapitou 88 condenados em cinco meses

A decapitação nesta terça-feira de três sauditas elevou a 88 o número de execuções desde janeiro no reino ultraconservador do Golfo, contra 87 execuções em 2014

iG Minas Gerais | AFP |

O número de pessoas decapitadas na Arábia Saudita desde o início do ano, 88 em cinco meses, superou nesta terça-feira o total de execuções em 2014, segundo uma contagem da AFP. 

A decapitação nesta terça-feira de três sauditas elevou a 88 o número de execuções desde janeiro no reino ultraconservador do Golfo, contra 87 execuções em 2014.

O ministério do Interior anunciou a execução de Awad al-Rowaili e Lafi al-Shammary, acusados de narcotráfico, e de Mohamed al-Shihri, condenado por ter esfaqueado um compatriota.

Crimes como estupro, assassinato, apostasia, roubo à mão armada e narcotráfico podem ser punidos com a pena de morte na Arábia Saudita, bastião do wahabismo, uma doutrina sunita baseada em uma interpretação literal do Alcorão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave