Treze policiais desaparecidos após ataque islamita no norte do Quênia

A emboscada foi executada na segunda-feira (25) à noite em uma área isolada de Garissa, perto da fronteira com a Somália

iG Minas Gerais | AFP |

Treze policiais estão desaparecidos após um ataque dos islamitas somalis shebab ao norte do Quênia, na região de Garissa, perto da fronteira com a Somália, anunciou o porta-voz da polícia, George Kinoti.

"Aconteceu uma emboscada contra uma patrulha da polícia, 13 oficiais estão desaparecidos", disse Kinoti.

"Reforços policiais foram mobilizados para encontrar os desaparecidos e perseguir os criminosos", completou.

Mais cedo, uma fonte policial e a imprensa anunciaram que vários agentes morreram no ataque.

A emboscada foi executada na segunda-feira (25) à noite em uma área isolada de Garissa, perto da fronteira com a Somália.

"Temos dificuldades para obter informações precisas, mas sabemos que vários policiais morreram", disse a fonte das forças de segurança.

Uma bomba explodiu na passagem da patrulha e depois aconteceu um tiroteio, segundo a fonte.

Um comboio de quatro veículos enviado em apoio caiu em uma emboscada. Os veículos foram atingidos por lança-foguetes RPG.

No dia 2 de abril, um comando islamita atacou a Universidade de Garissa e matou 148 pessoas, incluindo 142 estudantes.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave