Serviços de necrópoles poderão ser feitos nos cemitérios da capital

Antes centralizados no parque municipal, serviços como regularização e transferência de titularidade, alteração de dados, quitação de débitos e informações sobre sepultamentos poderão ser feitos nos cemitérios da Paz, Bonfim ou Consolação

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

undefined
Alex de Jesus
undefined

Todos os serviços da Diretoria de Necrópoles, antes centralizados no Parque Municipal da capital, agora passarão a ser feitos em cada um dos cemitérios municipais da cidade. Assim, para a regularização e transferência de titularidade, alteração de dados, quitação de débitos, informações sobre sepultamentos, entre outros atendimentos, será necessário se dirigir aos próprios cemitérios da Paz, Bonfim, Saudade ou Consolação.

De acordo com o presidente da Fundação Municipal de Parques de Belo Horizonte, Hugo Vilaça, a descentralização objetiva otimizar e melhorar os serviços prestados aos cidadãos. "Percebemos que muitas pessoas não procuravam o atendimento no Parque e que o acesso poderia ser melhor na área administrativa dos próprios cemitérios. Ainda temos muitos jazigos em situação irregular", diz.

Vilaça reforça o convite aos proprietários de túmulos nos cemitérios municipais a atualizarem o cadastro e resolverem inadimplências nas unidades. "Essa atualização ajuda na gestão dos cemitérios. O nosso intuito é manter as concessões das famílias, que precisam ver o estado dos túmulos para a manutenção", completa.

Ao todo, cerca de 9.000 jazigos estão em situação irregular na cidade. Somente no cemitério da Saudade, são 3.520 túmulos. No entanto, desde 2012, apenas 4.274 famílias procuraram a Fundação para regularizarem a situação, de acordo com a assessoria da Fundação.

Aplicativo

Para facilitar a busca por informações, foi desenvolvido o aplicativo gratuito, “Cemitérios BH”. Nele, os usuários encontram informações gerais sobre os quatro cemitérios municipais e a capela velório do Barreiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave