Estudo conclui que se apaixonar ajuda a emagrecer

O hormônio ocitocina, liberado durante os beijos, abraços e o sexo, é responsável pela inibição do apetite, aceleração do metabolismo e consequentemente a perda de peso.

iG Minas Gerais | Da Redação |

Apesar de o estudo ter sido feito com uma pequena amostra, os resultados foram promissores
Divulgação
Apesar de o estudo ter sido feito com uma pequena amostra, os resultados foram promissores

 A dica vem da norte-anericana Harvard Media School, a coisa é séria: se apaixonar ajuda a emagrecer. Essa é a conclusão de um estudo que constatou que o hormônio ocitocina, que é liberado durante os beijos, abraços e o sexo, é responsável pela inibição do apetite, aceleração do metabolismo e consequentemente a perda de peso. A análise foi publicada na revista científica norte-americana ‘Obesity’.

Para a pesquisa, foram recrutados 25 homens "sarados", 13 com peso "normal" e 12 com "quilinhos a mais". Sprays com e sem o hormônio foram aplicados nos participantes, sem que eles soubessem qual dos dois estavam recebendo. Depois, eles tomaram café com menu liberado. As calorias consumidas foram medidas pelos pesquisadores.

Oito semanas depois, os pesquisadores repetiram o experimento com os mesmos participantes e chegaram à conclusão de que aqueles que receberam o "hormônio do amor" consumiram menos calorias e tiveram o metabolismo acelerado.

Os resultados foram promissores na pesquisa de inibição de apetite sem muitos efeitos colaterais, informou o jornal.  

Leia tudo sobre: emagrecimentopequisaapaixonar