Tiroteio em quartel na Tunísia deixa mortos e feridos

Um soldado tunisiano matou nesta segunda-feira (25) a tiros alguns de seus colegas em um quartel na cidade de Tunís

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Tunisian soldiers stand guard outside the Bouchoucha army barracks in Tunis on May 25, 2015 after a soldier opened fire at his colleagues. A Tunisian soldier killed some of his comrades and wounded others in a shooting at the barracks near parliament but it was not a
AFP
Tunisian soldiers stand guard outside the Bouchoucha army barracks in Tunis on May 25, 2015 after a soldier opened fire at his colleagues. A Tunisian soldier killed some of his comrades and wounded others in a shooting at the barracks near parliament but it was not a "terrorist" attack, the interior ministry said. AFP PHOTO / FETHI BELAID

Um soldado tunisiano matou nesta segunda-feira (25) a tiros alguns de seus colegas em um quartel na cidade de Tunís. O Ministério do Interior do país informou que não se trata de um episódio terrorista.

O soldado foi abatido depois do tiroteio, que deixou mortos e feridos. O número de vítimas, entretanto, não foi informado pelas autoridades da Tunísia.

“O incidente, registrado na caserna de Bouchoucha, não está ligado a uma operação terrorista”, disse o porta-voz do ministério, Mohamed Ali Aroui.

Antes disso, o porta-voz do Ministério da Defesa, Belhassan Oueslati, havia indicado apenas que um militar disparou contra seus colegas, ferindo alguns, antes de ser morto. “As forças militares dominaram a situação após terem disparado contra o soldado”, explicou.

A caserna de Bouchoucha fica localizada próximo ao Museu Nacional do Bardo, onde 21 turistas estrangeiros e um policial foram mortos em março deste ano por terroristas.

Leia tudo sobre: TiroteioquartelTunísia