Após polêmica, Ronaldinho fica no banco e vê Querétaro ir à final

Craque brasileiro foi pivô de uma confusão na partida de ida contra o Pachuca, quando deixou o estádio irritado, após ser substituído

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Antes do jogo desse domingo, Ronaldinho chegou a pedir desculpas pelo estresse na partida passada
Reprodução/ Facebook Queretaro
Antes do jogo desse domingo, Ronaldinho chegou a pedir desculpas pelo estresse na partida passada

Com o meia-atacante Ronaldinho no banco de reservas, o Querétaro venceu o Pachuca por 2 a 0, neste domingo (24), em casa, pela segunda partida da semifinal do Torneio Clausura do Campeonato Mexicano, e garantiu vaga na final da competição.

No primeiro jogo entre as duas equipes, o Pachuca havia vencido por 2 a 0. Como, na primeira fase do Torneio Clausura, o Querétaro acabou na sexta colocação, uma acima do Pachuca, sétimo, ficou com a vaga no critério de desempate.

Ronaldinho ficou no banco de reservas. No jogo de ida, o jogador ficou irritado após ser substituído ainda no primeiro tempo e deixou o estádio antes do término da partida. Ás vésperas da segunda partida, o brasileiro pediu desculpas.

"À instituição, peço desculpas pela reação, produto da paixão e do amor que tenho pelo futebol. Quero vencer sempre", escreveu Ronaldinho Gaúcho, em espanhol, em sua página oficial no Facebook. "Tenho orgulho deste projeto e vamos juntos neste domingo em busca de um lugar na final. Assim é o futebol, vamos fazer história, vencer e dar alegrias para a nossa torcida. Obrigado pelo carinho", acrescentou.

Na decisão, o Querétaro enfrentará o Santos, que venceu o Chivas por 3 a 0, na partida de volta das semifinais. O Santos, criado em 1983, fará sua décima decisão do campeonato em sua história, sob o comando do português Pedro Caixinha, enquanto o Querétaro, fundado em 1950, disputa sua primeira decisão, com o mexicano Víctor Manuel Vucetich como técnico da equipe.

Leia tudo sobre: ronaldinho gauchoqueretaromexicofutebolpachuca