Rei saudita promete punir culpados por atentado contra xiitas

Mais de 100 pessoas ficaram feridas quando um suicida detonou explosivos em uma mesquita nesta sexta-feira na região de Qatif

iG Minas Gerais | AFP |

O rei da Arábia Saudita prometeu neste domingo que todas as pessoas vinculadas ao atentado suicida em que 21 membros da minoria xiita morreram na sexta-feira serão punidas pela Justiça.

O compromisso do rei saudita foi conhecido pela mensagem dirigida ao príncipe herdeiro, Mohamed Ben Nayef, que é o ministro do Interior do reino.

"Qualquer um que tenha participado, planejado, apoiado, cooperado ou simpatizado com o crime odioso será considerado responsável e processado pela justiça. Sofrerá a punição que merece", escreveu o rei em uma mensagem publicada pela agência oficial SPA.

Mais de 100 pessoas ficaram feridas quando um suicida detonou explosivos em uma mesquita nesta sexta-feira na região de Qatif (este).

O monarca expressou seu "pesar pela amplitude do ato terrorista que contradiz todos os valores do Islã e da humanidade".

O ministério do Interior afirmou que o autor do atentado, um saudita, pertencia a uma célula vinculada ao grupo Estado Islâmico (EI), da qual 26 membros foram detidos.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave