Pesquisa de preço substitui fidelidade ao local

iG Minas Gerais |

Em tempo de inflação alta, pesquisa de preço é ainda mais fundamental. Segundo o consultor financeiro Ewerson Moraes, já não dá mais para manter a fidelidade aos estabelecimentos. “Se o consumidor perceber que o café subiu R$ 0,01, tem que brigar por um preço melhor. O problema, muitas vezes, são os hábitos das pessoas, que querem sempre ir ao mesmo restaurante ou à mesma cafeteria. Mas, nesse momento de economia mais complicada, é importante que elas criem o hábito de quebrar um pouco esse paradigma de não poder ir a outro salão para cortar o cabelo ou de tomar café em outro ambiente”, afirma Moraes.

Segundo o consultor, os pequenos valores passam despercebidos pela maioria das pessoas. No entanto, é essencial prestar atenção e comparar os preços. “Quem fica mais atento, normalmente, são as donas de casa. Os jovens e os homens tendem a não prestar muita atenção, mas é hora de mudar os hábitos”, reforça o consultor financeiro.

Por falar em mudança, o professor de economia da Fumec Fernando Nogueira destaca a importância de incluir os pequenos gastos do cotidiano no planejamento familiar. “A pessoa enxerga quando o dinheiro acaba, mas tem que enxergar as causas para o dinheiro ter acabado”, ressalta Nogueira. (QA)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave