Responsabilidade de trabalhar no horário nobre da Rede Globo

iG Minas Gerais |

Em cinco anos de trajetória na televisão, Bruno Gissoni já soma três novelas das nove no currículo. Antes de “Babilônia”, ele viveu o André de “Em Família”, em 2014, e o Iran de “Avenida Brasil”, em 2012. O ator sabe que a repercussão do horário mais nobre de novelas da Globo costuma ser maior. Mas não sente qualquer tipo de pressão diferente por conta disso. “A pressão que sinto é de estar na novela. Sei que tem milhares de atores que gostariam de estar ali. É mais nesse sentido”, explica.

Apesar da carreira ainda recente, Bruno percebe uma certa evolução em seu trabalho como ator. “Só que ainda vejo alguns erros que cometia na época de ‘Malhação’ e ‘Avenida Brasil’. É um processo contínuo”, acredita ele, que mantém o hábito de assistir às suas próprias cenas, por mais que não goste muito. “Estamos sempre buscando a perfeição. Se a gente se acostumar, se chegar em um momento cômodo, é bem perigoso. Então, quanto menos eu gostar, melhor”, brinca.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave