Alemã de 65 anos, mãe de 13 filhos, tem quadrigêmeos

Mulher se submeteu a inseminações artificiais múltiplas na Ucrânia; os três meninos e uma menina nasceram de forma prematura, com apenas 26 semanas de gestação

iG Minas Gerais | AFP |

A alemã Annegret Raunigk, de 65 anos, teve quadrigêmeos em um hospital de Berlim (Alemanha) e agora tem 17 filhos, anunciou a emissora de televisão RTL neste sábado (23).

A moradora de Berlim, professora de inglês e russo, próxima da aposentadoria, se tornou a mãe de quadrigêmeos de mais idade no mundo, segundo o canal, que negociou direitos exclusivos de cobertura.

Os bebês, três meninos e uma menina, nasceram de forma prematura, com apenas 26 semanas de gestação, mas têm "muitas chances de sobreviver", segundo um comunicado da RTL.

Annegret Raunigk, que já tinha 13 filhos e sete netos, se submeteu a inseminações artificiais múltiplas na Ucrânia. 

Leia tudo sobre: mulherquadrigêmeosalemãmãe