Ex-confinados são mimados

Fora do reality show, participantes faturam mais

iG Minas Gerais |

 Amanda fez procedimento para atenuar as olheiras
AgNews
Amanda fez procedimento para atenuar as olheiras

A participação no “Big Brother Brasil”, da Rede Globo, pode ser uma boa fonte de renda para quem consegue conquistar o público. Prova disso é que vários ex-confinados têm usufruído da fama adquirida na última edição do reality show para ter privilégios. Amanda Djehdian, por exemplo, ganhou duas festas de aniversário, no Rio de Janeiro e em São Paulo, bancadas por seus fãs. A primeira delas foi orçada em R$ 8.000.

Aline Gotschalg e Fernando Medeiros também estão faturando depois de reatarem o namoro. A mineira contou ao site Ego que os fãs se dispuseram a mobiliar um apartamento em que pretendem morar. “Eles resolveram depositar dinheiro pra nós, para nos ajudar a comprar coisinhas”, disse a loira, feliz da vida.

Talita Araújo também pegou carona na fama. Ela recebeu cerca de R$ 8.000 na campanha Decola Talita, promovida pelos fãs para pagar um curso de aviação. “Agradeço a cada um que se moveu”, escreveu ela na rede Instagram.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave