Novo Audi TT é um "mini-R8"

Cupê cujo design passou a lembrar o do superesportivo avança em estilo e em tecnologia; no Brasil, preços partem de R$ 209,9 mil

iG Minas Gerais | Raimundo Couto |

Novo Audi TT 2016
Malagrine/Audi/Divulgação
Novo Audi TT 2016

O esportivo TT, que chegou à sua terceira geração, está sendo ofertado no Brasil em duas configurações, com preços a partir de R$ 209,9 mil para a Attraction, atingindo os R$ 229,9 mil na mais completa, Ambition. Os R$ 20 mil que separam uma versão de outra têm justificativa. Na de entrada, o esportivo está equipado com faróis bi xenônio, ar-condicionado, quadro de instrumentos digital, bancos esportivos de couro com ajustes elétricos e apoio lombar, controlador de velocidade, retrovisor interno antiofuscante, pedais de alumínio, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, sistema Start-Stop, volante revestido de couro com comandos de áudio e do computador de bordo e borboletas para trocas manuais, rodas de liga leve aro 18 com pneus 245/40, airbags laterais e de cortina, alarme, sensor de estacionamento traseiro e som com bluetooth. São opcionais pintura metálica ou perolizada e rádio com GPS.

A mais cara, Ambition, tem a mais os faróis full LED, rodas aro 19 com pneus 245/35, rádio com GPS, ar-condicionado digital integrado às saídas de ar e sistema Audi Drive Select com três modos de condução (Comfort, Dynamic e Individual), que altera respostas do motor e da direção. Essa versão tem como opcionais a pintura metálica, partida por botão, sensor de estacionamento dianteiro e sistema de som diferenciado.

Mini-R8

Em sua terceira geração, o TT mostra clara evolução tanto em design como em tecnologia. Na aparência, o esportivo parece ter ficado mais “robusto”, dando impressão de ter sua carroceria aumentada. Mas é apenas uma impressão. A dianteira conta com entradas de ar no spoiler e nas laterais, que deixam o TT ainda mais parecido com o R8, irmão superesportivo do modelo. Visto por trás, completando o conjunto, um spoiler que se abre quando carro atinge 120 km/h.

Esportividade é mesmo a palavra de ordem, começando pelos bancos, que vestem motorista e passageiro. O quadro de instrumento merece comentário à parte. Denominada pela Audi de Virtual Cockpit, uma tela de 12 polegadas de alta definição fica no campo visual do motorista, junto às informações tradicionais do velocímetro e conta-giros. São duas as configurações para exibição: na primeira, os dados mencionados acima, como velocidade, ficam em primeiro plano, e na outra, essas informações diminuem de tamanho para se destacar o mapa do navegador GPS. A sensação é de estar guiando um simulador, como em um videogame.

Impressões 

Embora o Audi TT seja baixo, entrar nele não requer sacrifício. Logo se encontra uma posição confortável, por meio dos ajustes dos bancos e do volante. Tudo parece estar à mão no TT. A tecla start é acionada, e o ronco do motor soa como música. O teste-drive, na pista dupla da Via Lagos em direção a São Pedro da Aldeia em um percurso de 80 km, mostrou toda disposição dos 230 cv de potência, 19 a mais que no modelo anterior. A Audi tem como diferencial em sua gama o câmbio S-Tronic de dupla embreagem que faz par perfeito com o propulsor TFSI de 2.0 l com a tração integral.

Com silêncio total a bordo, basta acelerar um pouco que o TT vai “rasgando o asfalto”; o torque de 37,7 kgfm aparece em sua totalidade quando o motor atinge 1.600 giros. O carro, grudado no chão, contorna com facilidade e segurança as curvas da estrada. Segundo o fabricante, o esportivo vai de 0 a 100 km/h em 5,9 s e atinge a velocidade máxima de 250 km/, limitada eletronicamente.

A nova geração está 140 kg mais leve graças à tecnologia Audi Space Frame (ASF), que tem destaque na aplicação de alumínio no capô, portas, tampa do porta-malas, molduras do teto, soleiras e elementos da suspensão.

Linha completa

O TT conversível chega ao mercado apenas no fim do ano. Já o modelo TTS, uma opção para lá de apimentada do esportivo, fica para o próximo ano. O novo TT já está sendo comercializado na rede de concessionárias da Audi.

O jornalista viajou a convite da Audi

Leia tudo sobre: AudiTTcupêlançamentoesportivo