Dudu ganha suspensão de pena, mas ainda fica fora por 15 dias

Decisão irritou a cúpula palmeirense, que citou o caso de Petros, do Corinthians, que teve o efeito suspensivo sem 'carência'

iG Minas Gerais | folhapress |

Dudu desencantou com a camisa palmeirense
PÁGINA OFICIAL/FACEBOOK
Dudu desencantou com a camisa palmeirense

O meia-atacante Dudu conseguiu o efeito suspensivo para o afastamento de 180 dias imposto pelo TJD-SP (Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo), mas só poderá retornar ao Palmeiras depois do clássico contra o Corinthians, no dia 31 de maio, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. De acordo com a decisão do presidente do TJD, Mauro Marcelo de Lima e Silva, o jogador terá de cumprir 15 dias de suspensão para só então voltar ao jogar até novo julgamento. Como o julgamento que puniu Dudu foi realizado na última segunda-feira (18), o jogador só ficará novamente à disposição em 3 de junho. No dia seguinte, o Palmeiras enfrenta o Internacional. A decisão provocou revolta no Palmeiras, já que o efeito suspensivo recebido pelo corintiano Petros no ano passado não atendeu a esse período de carência. O meia também foi punido com 180 dias de suspensão, mas obteve a liberação para jogar três dias depois do primeiro julgamento. Na ocasião, no entanto, o órgão que definiu a penalização e, posteriormente, a suspensão preventiva dela foi o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), instância superiora que julga os casos ocorridos em competições nacionais. Apesar de ter aplicado uma pena de abrangência nacional, o TJD julgou Dudu por um episódio ocorrido no segundo jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Santos. Dudu foi denunciado após ser citado na súmula pelo árbitro Guilherme Ceretta em razão de sua expulsão ainda no primeiro tempo do clássico. O árbitro relatou que o jogador partiu em sua direção e "desferiu um golpe de forma intencional o atingindo nas costas". Procurado pela reportagem, o Palmeiras disse ainda não ter decidido se iria se pronunciar sobre o efeito suspensivo.

Leia tudo sobre: palmeirastjd-spduduefeito suspensivofutebol