Viúva de jornalista presta depoimento em Padre Paraísp

Ilma Borges disse que não foi ameaçada e que também não sabia sobre ameaças que o marido teria sofrido; polícia está analisando celular e o computador que pertenciam à vítima

iG Minas Gerais | Bernardo Almeida |

Jornalista desapareceu no dia 13 de maio
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Jornalista desapareceu no dia 13 de maio

A Polícia Civil ouviu nesta sexta-feira (22), pela segunda vez, a professora Ilma Borges, de 51 anos, viúva do jornalista Evany José Metzker, de 67, encontrado morto e decapitado na última segunda-feira (18), em Padre Paraíso, no Vale do Jequitinhonha.

Ela reafirmou que não sofreu nenhuma ameaça e que nunca soube que o marido tivesse sido coagido por inimigos. Metzker teria sido morto enquanto apurava denúncias de exploração sexual infantil na região.

Ilma já havia falado com a delegada da cidade, Fabrícia Noronha, no início da semana, mas nesta sexta foi ouvida pelo delegado Emerson Morais, chefe da equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), enviada de Belo Horizonte para o município pelo governador Fernando Pimentel (PT). “Só sei que eles estão analisando o notebook e o telefone celular dele (Metzker) à procura de indícios”, disse a mulher. 

Segundo a Polícia Civil, nada está descartado e todas as linhas de investigação estão sendo consideradas.

Leia tudo sobre: metzkerjornalistaassassinadovale da jequitinhonha