FBI prende dois jovens dispostos a se unir ao Estado Islâmico

Elhuzayel foi detido na quinta-feira por membros do FBI (a Polícia Federal americana) no aeroporto de Los Angeles, quando se preparava para viajar para Tel Aviv, com escala em Istambul

iG Minas Gerais | AFP |

As autoridades americanas anunciaram nesta sexta-feira a detenção de dois homens que queriam se juntar às fileiras do Estado Islâmico (EI).

Muhanad Badawi e Nader Elhuzayel, ambos de 24 anos, manifestaram nas redes sociais seu desejo de morrer como mártires, "lutando pela causa de Allah".

Elhuzayel foi detido na quinta-feira por membros do FBI (a Polícia Federal americana) no aeroporto de Los Angeles, quando se preparava para viajar para Tel Aviv, com escala em Istambul. O rapaz comprou a passagem em 7 de maio com o cartão de crédito de seu amigo, que planejava ir para o Oriente Médio mais à frente.

Já Badawi foi preso em Anaheim, localidade ao sul de Los Angeles.

Durante a investigação, foi possível interceptar conversas entre os dois. Em uma delas, comentam "a benção" que seria morrer no "campo de batalha" e "a grandeza" que seria se a "Al-Qaeda se unisse ao Estado Islâmico".

Além disso, pelo Twitter, Elhuzayel teria dado seu apoio a Elton Simpson, um dos dois homens abatidos no início de maio, em Garland (Texas), por tentar atacar participantes de um concurso de charges sobre Maomé.

Se forem considerados culpados de fornecer material ao EI, Badawi e Elhuzayel podem ser condenados a até 15 anos de prisão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave