Levir 'defende' formação ofensiva fora de BH: "Prefiro correr o risco"

Escalação alvinegra tende a ter apenas Rafael Carioca como volante de ofício

iG Minas Gerais | FERNANDO ALMEIDA |

ESPORTES : VESPASIANO - CIDADE DO GALO - MG . Treino do Atletico Mg . Galo treina na vespera do   jogo contra Atletico PR neste domingo (24.05 ) partida  valida pela 3 rodada do campeonato Brasileiro 2015 . NA FOTO LEVIR CULPI
Foto : JOAO GODINHO/ O TEMPO  21.05.2015
JOAO GODINHO/ O TEMPO
ESPORTES : VESPASIANO - CIDADE DO GALO - MG . Treino do Atletico Mg . Galo treina na vespera do jogo contra Atletico PR neste domingo (24.05 ) partida valida pela 3 rodada do campeonato Brasileiro 2015 . NA FOTO LEVIR CULPI Foto : JOAO GODINHO/ O TEMPO 21.05.2015

O Atlético seguiu para Curitiba, onde enfrenta o Atlético-PR, com a equipe definida, mantendo o esquema ofensivo que venceu o Fluminense na última rodada com apenas um volante de ofício. Na coletiva de imprensa após o treino desta sexta-feira, o técnico Levir Culpi explicou e defendeu a manutenção da formação mesmo atuando longe de seus domínios.

“Eu prefiro correr esse risco. Mas eu não acho que isso é o futebol. Gosto de time que sai para jogar. Mas um time para ser vencedor tem que fazer as duas coisas bem feitas. Marcar bem e defender bem. É raro o time que só ataca e tem um bom time. O Barcelona tem um ataque forte, mas a marcação deles é boa também. Dá para gente preparar um time ofensivo, mas que os jogadores entendem que a marcação tenha o valor do ataque também”, afirmou o treinador.

Com isto, o técnico tende a ter: Victor; Patric, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Carioca, Dátolo, Luan, Thiago Silva e Carlos; Lucas Pratto. Na atividade desta sexta, o meia argentino deixou o gramado com dores no tornozelo esquerdo, mas, de acordo com o técnico, não deve ser problema. Caso Dátolo fique fora, Levir testou as entradas de Giovanni Augusto e Maicosuel.

Para Levir, o Galo pode ir em busca do título com esta formação, principalmente se a equipe alvinegra conseguir encontrar o equilíbrio necessário entre defesa e ataque.

“Temos essa consciência sim. Os laterais ofensivos que temos, o Luan está participando muito forte também, o Dátolo neutraliza as jogadas. Não vou dizer que o equilíbrio está maravilhoso. Mas se repetirmos essas atuações, teremos condições de título”, finalizou.

A partida contra o Atlético-PR tem início marcado para as 16h, na Arena da Baixada.

Leia tudo sobre: AtléticoGalofutebolLevir Culpiformação ofensivaAtlético-PR