Chão afunda de repente e carro fica preso em buraco no meio da Savassi

Roda dianteira esquerda do veículo foi engolida por um buraco que se abriu de repente; dona diz que acionará a Justiça

iG Minas Gerais | Renata Teixeira |

Roda dianteira do veículo ficou com quase metade dela para dentro do chão
Web Repórter
Roda dianteira do veículo ficou com quase metade dela para dentro do chão

Quem passou pela rua Pernambuco, na Savassi, região Centro-Sul de Belo Horizonte, no início da tarde desta sexta-feira (22) viu uma cena inusitada. Próximo ao cruzamento com a rua Tomé de Souza, um carro foi parcialmente engolido pelo asfalto. A motorista do Kia Picanto vermelho, que não quis se identificar, conta que estava indo almoçar quando o incidente ocorreu. "Dava para ver que tinha um desnível, mas não tinha placa. Quando passei, o asfalto cedeu", relatou.

O engenheiro civil Élvis Mota, que passava pelo local, ficou indignado com o fato.  "É serviço mal feito. Ontem a Gasmig estava fazendo obras de ligação de gás canalizado aqui e alguns encanamentos foram estourados. Os reparos foram feitos junto com a Copasa e na hora de reaterrar a vala eles não fizeram lastro de concreto, não fizeram o fechamento. Provavelmente esse tubo rompeu de novo em função do peso do tráfego da rua e quando o carro passou em cima afundou", explicou o engenheiro.

A cozinheira Marta Ferreira, que trabalha em frente ao local, conta que chegou a ouvir o barulho. "Mais cedo eu já havia comentado com uma colega de trabalho sobre esse buraco. Corria o risco de alguém cair ali", afirma Marta. A dona do veículo afirmou que pretende entrar na Justiça para cobrar do poder público o estrago sofrido.

A Gasmig foi procurada e informou que existem obras na região do Funcionários, mas que, por enquanto, ainda não receberam nenhum chamado desse local e não se sabe ao certo se realmente se trata de uma obra da empresa.  

Leia tudo sobre: carrocaiburacosavassipernambucotomé de souzaobragasmigpicantocentro-sulcraterachão cede