Polícia do Rio prende suspeito de matar cinegrafista

Rodrigo Feliciano Raimundo, de 27 anos, foi preso em flagrante pela polícia, logo após ter utilizado uma faca para intimidar e assaltar um entregador de comida

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

undefined
Reprodução Facebook
undefined

Rodrigo Feliciano Raimundo, de 27 anos, foi preso em flagrante pela polícia no final da noite desta quinta-feira (21), logo após ter utilizado uma faca para intimidar e assaltar um entregador de comida, nas imediações da Praça Tiradentes, no centro do Rio. Na mesma ação a polícia apreendeu a namorada de Feliciano, de 15 anos, que está grávida.

Levado para a 5ª Delegacia da Polícia Civil (Mém de Sá), também no centro, Feliciano Raimundo foi identificado como um dos participantes do tiroteio entre policiais militares e traficantes, em novembro de 2011, na Favela de Antares,  em Santa Cruz. A troca de tiros resultou na morte do cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos. Ele foi atingido por um tiro de fuzil, no peito, durante a cobertura jornalística de uma operação de policiais do Batalhão de Choque. Em nota, a assessoria da Polícia Civil informou que na ocasião Feliciano foi preso por tráfico e associação ao crime.

Com Rodrigo Feliciano a polícia apreendeu a faca usada para intimidar o entregador, que levou um corte no dedo. Policiais da 5ª delegacia, ao levantarem a ficha do assaltante, constataram que ele já tem sete antecedentes criminais como tráfico de drogas, roubo, porte ilegal de arma e falsidade ideológica. Feliciano Raimundo foi autuado em flagrante por roubo qualificado e corrupção de menor.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil confirmou em nota que Rodrigo Feliciano participou do confronto com os policiais militares, em novembro de 2011, quando morreu o cinegrafista Gelson Domingos. Segundo a nota, na ocasião ele foi preso por tráfico e associação ao crime.