Em quatro anos, 15 mil novas vagas

Para alcançar os objetivos, o secretário citou, sem detalhes, ações já anunciadas, como reativação de cadeias no interior e retomada de obras

iG Minas Gerais | Aline Diniz |

O secretário de Estado de Defesa Social, Bernardo Santana, afirmou nesta quinta, em audiência pública na Assembleia Legislativa, que pretende criar 15 mil vagas no sistema prisional até o fim dos quatro anos da gestão de Fernando Pimentel (PT). Em seis meses, a promessa é que haja a disponibilização de 3.000 a 4.000 novas vagas. “São poucas para o déficit, mas é muito para seis meses”, considera. No caso do sistema socioeducativo, a intenção é reduzir, até o fim do ano, o déficit – de mil para 500 vagas.

Para alcançar os objetivos, o secretário citou, sem detalhes, ações já anunciadas, como reativação de cadeias no interior e retomada de obras. Santana disse ainda que a força-tarefa formada para resolver a crise se reuniu na segunda-feira e as tarefas foram divididas. Nenhuma ação prática saiu da reunião desta quinta – antes, de início, os políticos tentaram transformar a audiência pública em uma reunião fechada, sem sucesso. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave