Estimam-se 1 milhão de consultas

Recentemente, a empresa acrescentou à lista de serviços oferecidos consultas psicológicas (US$ 50 por 25 minutos; US$ 95 por 50 minutos), além de consultoria de lactação (de US$ 40 a US$ 70)

iG Minas Gerais | Joyce Hesselberth |

O Curbside Care, por sua vez, oferece chamadas em domicílio de médicos e enfermeiros na Filadélfia. Para quem deseja agendar uma consulta, mas não quer que o médico ou o enfermeiro vão até sua casa, diversos aplicativos oferecem consultas virtuais por telefone. A Associação Norte-Americana de Telemedicina estima que quase 1 milhão de pessoas sejam atendidas por médicos via webcam em 2015, e a maior seguradora dos EUA, a United HealthCare, anunciou recentemente planos para cobrir consultas por vídeo.

POr Demanda. Um dos aplicativos mais populares é o Doctor on Demand, de Chicago, apoiado pelo Google e pelo apresentador Phil McGraw. O aplicativo, que oferece acesso a 1.400 médicos, foi baixado milhões de vezes desde sua criação no fim de 2013. Por US$ 40, um médico ou pediatra faz consultas por vídeo.

Recentemente, a empresa acrescentou à lista de serviços oferecidos consultas psicológicas (US$ 50 por 25 minutos; US$ 95 por 50 minutos), além de consultoria de lactação (de US$ 40 a US$ 70).

“Existe um grande problema de acesso à saúde nos EUA. O tempo médio de espera para uma consulta é de 20 dias. As pessoas querem e precisam de um atendimento mais rápido, e agora temos a tecnologia em ambos os lados para que isso seja possível”, afirmou Adam Jackson, um dos fundadores e executivo-chefe do Doctor on Demand.

Jackson afirmou que as consultas do Doctor on Demand diagnosticam e tratam 95% das pessoas que telefonam; os outros 5% são encaminhados para especialistas. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave