Países têm nova reunião para restabelecer relações diplomáticas

Um ponto importante do encontro é estabelecer um cronograma para a reabertura das respectivas embaixadas em Washington e Havana

iG Minas Gerais | Agência brasil |

undefined
AFP
undefined

Representantes dos governos de Cuba e Estados Unidos realizam hoje (21), em Washington, a quarta rodada de negociações para restabelecer as relações diplomáticas entre os dois países. A reunião é liderada pela diretora geral do governo cubano para os Estados Unidos, Josefina Vidal, e a Secretária Adjunta para América Latina da Casa Branca, Roberta Jacobson.

Um ponto importante do encontro é estabelecer um cronograma para a reabertura das respectivas embaixadas em Washington e Havana. É a primeira reunião após o pedido do presidente Barack Obama, para a retirada de Cuba da lista dos países que contribuíram para o terrorismo.

A solicitação de Obama está em análise pelo Congresso norte-americano, mas representa um avanço nas negociações e era uma das reivindicações de Cuba. O governo cubano também reivindica a retirada do embargo econômico imposto pelo governo norte-americano contra Cuba desde os anos 60, o que também depende do Congresso dos Estados Unidos, porque uma lei precisa ser votada com este fim.

Outra demanda cubana diz respeito à devolução do território de Guantánamo, onde os norte-americanos mantêm uma prisão e uma Base Naval. Cuba quer a devolução do território. Os Estados Unidos, por sua vez, pedem maior liberdade para os opositores e garantias por parte do governo cubano para que a oposição possa se expressar.

O diálogo para a retomada das relações diplomáticas foi conduzido pelos dois governos no segundo semestre do ano passado de secretamente.  Em dezembro, Raúl Castro e Barack Obama anunciaram o início da reaproximação.  Os dois presidentes tiveram um encontro histórico em abril, durante a Cúpula das Américas no Panamá.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave