Milton Pascowitch tem R$ 78 milhões bloqueados pela Justiça

A Justiça suspeita que Milton seja o operador de propinas da Diretoria de Serviços da Petrobras

iG Minas Gerais | da redação |

O lobista Milton Pascowitch, que é investigado na atual fase da Operação Lava Jato por suspeita de lobby para o Partido dos Trabalhadores, teve R$ 78 milhões bloqueados pela Justiça Federal. Milton também é investigado pelo pagamento de R$ 1,45 milhão para a JD Assessoria e Consultoria, empresa pertencente ao ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu.   O entrave financeiro foi ordenado pelo juiz Sérgio Moro, que está responsável pelas ações da Lava jato e que havia emitido uma ordem de prisão para Pascowitch, nesta quinta-feira (21). Segundo informações do "Estadão".   A Justiça suspeita que Milton seja o operador de propinas da Diretoria de Serviços da Petrobras, quando a mesma era liderada pelo engenheiro Renato Duque. A investigação suspeita que Pescowiwitch repasse propina a Dirceu sob o termo de consultoria.