Diretora do FMI elogia Bolsa Família e critica gasto excessivo

Em visita ao Complexo do Alemão, Lagarde disse considerar "um fato histórico" gastos do governo no programa de distribuição de renda

iG Minas Gerais | Folhapress |

undefined
Marcello Casal Jr./ABr
undefined

Em visita ao Complexo do Alemão, no Rio, A diretora gerente do Fundo Monetário internacional (FMI), Christine Lagarde elogiou o Bolsa Família, e afirmou que a disciplina fiscal "é a base necessária" para manter os programas sociais.

Lagarde disse considerar "um fato histórico" gastos do governo no programa de distribuição de renda.

Ela afirmou, no entanto, que "a disciplina fiscal é a base necessária para permitir e financiar os programas. Eles andam juntos. No fim do dia, são os mais pobres que sofrem mais com a indisciplina fiscal", disse Lagarde, na estação do teleférico do Alemão, onde chegou pouco antes das 10h, vindo desde a estação inicial, no bairro de Bonsucesso.

Na estação, conversou com empreendedores, assim como beneficiários de programas sociais que moram na comunidade.

Depois, assistiu a uma apresentação de capoeira. Sorridente, bateu palmas, arriscou alguns batuques no atabaque, tentou ampliar a roda para dar mais espaço à apresentação e também tocar berimbau.

Diretora quer conhecer programas sociais

A diretora-gerente do FMI está no Brasil desde quarta-feira (20) para cumprir, no Rio e em Brasília, uma agenda de caráter econômico e social.

A visita ao Complexo do Alemão durou cerca de 40 minutos e, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, partiu de pedido de Lagarde para conhecer programas sociais brasileiros. O último relatório anual do FMI incluiu uma análise sobre os programas "Bolsa Família" e "Brasil sem Miséria".

Segundo a programação, Lagarde deve ser acompanhada pela ministra de Desenvolvimento Social, Tereza Campelo. Depois, segue para Brasília, onde tem reuniões com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e a presidente Dilma Rousseff.

Na sexta-feira (22), já de volta ao Rio, Lagarde participará do 17º Seminário de Metas de Inflação do Banco Central. Nesta quarta-feira (20), Lagarde jantou no Rio, no Lé Pré Catelan, com o presidente do BC, Alexandre Tombini.