Polícia prende marroquino suspeito de participar de atentado em Túnis

Homem foi detido em Milão, no Norte da Itália, era procurado internacionalmente; ele é suspeito de participar de ataque na Tunísia, que deixou 22 mortos em março

iG Minas Gerais | AFP |

Policias fazem cerco onde turistas são mantidos reféns, segundo primeiro-ministro francês
FETHI BELAID / AFP
Policias fazem cerco onde turistas são mantidos reféns, segundo primeiro-ministro francês

Um marroquino suspeito de ter participado no atentado do museu do Bardo em Túnis, que deixou 22 mortos em março, foi detido em Milão, Norte da Itália, anunciou a polícia.

"Um cidadão marroquino, procurado internacionalmente, foi detido na terça-feira (20) à noite em uma localidade da região de Milão. As autoridades tunisianas suspeitam que participou no atentado do Bardo", afirmou um porta-voz.

No dia 18 de março, um atentado islamita contra o famoso museu do Bardo de Túnis matou 21 turistas estrangeiros e um policial tunisiano.

Leia tudo sobre: museu do bardotunísiaatentadomarroquino