Inflação na capital é a maior do país

Na segunda semana de maio, os preços dos alimentos subiram a uma velocidade menor e influenciaram o resultado do IPC-S

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. Na segunda semana de maio, a maior variação da inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) partiu de Belo Horizonte, entre as sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Na capital mineira, o indicador passou de 0,86% para 0,95% e em Porto Alegre, de 0,58% para 0,6%. Na contramão, estão Salvador, de 1,03% para 0,92%; Brasília, de 0,54% para 0,42%; Recife, de 0,85% para 0,82%, Rio de Janeiro, de 0,67% para 0,50% e São Paulo, de 0,62% para 0,6%.

Na segunda semana de maio, os preços dos alimentos subiram a uma velocidade menor e influenciaram o resultado do IPC-S. Da primeira para a segunda semana de maio, o indicador desacelerou de 0,7% para 0,65%. O grupo alimentação foi destaque, com alta de 0,73%.

Consumo

Planos. A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) registrou 96,4 pontos em maio, queda de 6,3% na comparação com abril e 21,2% em relação a maio de 2014, segundo a CNC.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave