Inadimplência tem 12 meses de alta

Na comparação entre meses de março, a maior alta na inadimplência foi registrada entre os títulos protestados (14,6%)

iG Minas Gerais |

SÃO PAULO. Os consumidores brasileiros estão deixando mesmo mais contas sem pagar. Segundo dados divulgados ontem pela Serasa, a inadimplência subiu 12,2% em abril frente ao mesmo mês de 2014 – a 12ª alta seguida do indicador nessa base de comparação.

Ainda assim, a elevação é a menor registrada neste ano: em março, a alta foi de 13,2%, e no mês de fevereiro, de 17,4%.

Na comparação com março, a inadimplência teve alta de 1,8% – a segunda seguida, de acordo com os dados da Serasa. No ano, houve expansão de 14,9% frente ao mesmo período de 2014.

Na comparação entre meses de março, a maior alta na inadimplência foi registrada entre os títulos protestados (14,6%). Houve forte crescimento também entre as dívidas com bancos, de 12,6%, e entre as dívidas não bancárias (junto aos cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como telefonia e fornecimento de energia elétrica, água etc.), de 11,8%.

Segundo economistas da Serasa, a inadimplência do consumidor no Brasil deve seguir crescendo ao longo dos próximos dois trimestres deste ano.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave