'Game of Thrones' tem polêmica sobre fidelidade de versão para TV

Cena que mostra violência sexual sofrida por Sansa Stark provocou discussão nas redes sociais; atriz Sophie Turner, que vive a personagem, se diz "encantada" com a cena

iG Minas Gerais | AFP |

Autor da saga literária
HBO/DIVULGAÇÃO
Autor da saga literária "As Crônicas de Gelo e Fogo" ainda deve publicar mais dois livros da série

A violência sexual exibida no final do último episódio de "Game of Thrones", divulgado na noite deste domingo (17), provocou polêmica na Internet sobre a falta de fidelidade da versão para a TV em relação aos livros que deram origem à série.

O último episódio provocou uma enxurrada de e-mails e comentários no blog de George R. R. Martin, autor da saga adaptada para o canal HBO.

No Twitter, dominava a discussão sobre a violência sexual sofrida pela personagem Sansa Stark por parte do vilão Ramsay Bolton, o que não ocorre no livro. Alguns fãs até prometeram abandonar a série diante de tamanha liberdade literária.

"Uma série de televisão é uma série para a TV; e livros são livros. São duas formas distintas de se contar uma mesma história", escreveu Martin em seu blog.

As diferenças "existem desde a primeira temporada e, devido a este efeito borboleta, pequenas mudanças produzem grandes diferenças e até enormes diferenças".

O criadores da série para a TV "tentam fazer o melhor possível e eu tento escrever os melhores livros possíveis", disse Martin.

A atriz Sophie Turner, que interpreta Sansa - uma doce jovem que precisou endurecer diante de sucessivas desgraças -, confessou à revista Entertainment Weekly que ficou "encantada" com a cena de violência sexual.

 

Leia tudo sobre: 'Game of Thrones'polêmicafidelidadeversão para TV