Deputado federal é ameaçado de morte e tem carro roubado em Nova Lima

Marcelo Álvaro Antônio (PRP), filho do ex-prefeito de BH, Álvaro Antônio Teixeira, não ficou ferido; bandidos foram localizados e presos na capital mineira

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER / CAROLINA CAETANO |

Deputado estava sozinho no momento do crime
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Deputado estava sozinho no momento do crime

O deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PRP), de 41 anos, foi vítima de um assalto, na noite desta segunda-feira (18), em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Três homens foram presos na capital mineira com o veículo do parlamentar.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o político estacionou seu se Voyage de cor preta na Alameda da Serra,  no bairro Vale do Sereno, próximo a um hospital e desceu. Ao retornar, ele foi abordado por três homens de 23, 24 e 28 anos.

Armados com duas pistolas semiautomáticas e um revólver calibre 38, os bandidos ameaçaram o deputado de morte e exigiram o carro. Além do veículo, o relógio de Marcelo também foi levado.  O parlamentar entrou em contato com a corporação, informou que seu carro havia sido roubado e que o veículo tinha rastreador.

O Voyage foi encontrado horas após o crime na rua Paulista, no bairro Fernão Dias, na região Nordeste de Belo Horizonte. Com o trio, além das armas, a polícia encontrou 27 munições, dólares e vários documentos de carros de origem duvidosa. No local das prisões também foram apreendidos um Fiat Siena clonado e uma motocicleta.

Em conversa com os policiais, o trio contou que uma pessoa havia “encomendado” um Voyage e pagaria R$ 500 pelo automóvel. Os bandidos não sabiam que o veículo escolhido era de um político. O homem que encomendou o carro não foi identificado e localizado.

Marcelo Álvaro Antônio, que é filho do ex- prefeito de Belo Horizonte Álvaro Antônio Teixeira e foi eleito em 2014 com 60.384 votos, não ficou ferido. Os assaltantes foram encaminhados ao  Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran/MG).

A reportagem de O TEMPO ainda não conseguiu contato com a assessoria do político. 

 

Matéria atualizada às 05h50 do dia 19/05/2015