Reclames da natureza pelo olhar da interferência humana

A portuguesa Gabriela Albergaria expõe montagem exclusiva para Belo Horizonte, a partir de hoje

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

Na obra de Gabriela, paisagem é completada à lápis
gabriela albergaria/reprodução
Na obra de Gabriela, paisagem é completada à lápis

Na ponta de uma árvore morta, nasce um lápis afiado. Sobre a fotografia de uma vegetação, traços cinzas de grafite completam as folhagens. Nessas intervenções artísticas, a artista portuguesa Gabriela Albergaria mantém um olhar aguçado para expor os processos que o homem submete a natureza, principalmente em parques e jardins projetados pelo próprio ser humano. Renomada no circuito de Londres, Berlim e Nova York, ela escolheu Belo Horizonte para inaugurar sua segunda exposição no Brasil, hoje à noite, na Quadrum Galeria de Arte.

Antes da capital mineira, Gabriela Albergaria só havia exposto em São Paulo, na Galeria Vermelho, em 2011. Na América Latina, ela também tem passagens por Argentina, Paraguai e Venezuela – neste último, com uma de suas exposições mais recentes, “No Hay tal Cosa como la Naturaleza”, inaugurada em 2013.

Em sua estreia na capital mineira, a artista visual portuguesa apresenta uma coleção variada de produções da carreira, divididas em duas partes. Na primeira, cinco obras estruturadas, como a instalação “Dinâmica”, que tem um gigantesco galho de Jacarandá associado a um rolo de papel – referenciado o início e o fim da exploração industrial sobre a natureza.

Na segunda montagem da exposição, a artista mostra oito desenhos que interferem diretamente em fotografias de jardins e parques, como na montagem “Cooper Beech At Wave Hill”, na qual um galho de carvalho tem sua estrutura continuada por traços feitos à lápis. “Todas as obras dela têm uma referência forte a partir da natureza. Ela faz uma junção de desenhos com fotografias interessantíssima, sempre a partir de jardins e parques projetados pelo homem, além de trazer objetos grandes de impacto ao público, como o jacarandá”, elucida Goodson Caldas, sócio-proprietário da Quadrum Galeria de Arte.

Radicada em Nova York, e com presença marcante em Lisboa, onde mantém sua segunda casa atualmente, Gabriela Albergaria não poderá comparecer à abertura de sua exposição em Belo Horizonte, devido a outro trabalho montado em Berlim, na Alemanha, durante essa semana.

Agenda

O que. Exposição da artista portuguesa Gabriela Albergaria

ONDE. Quadrum Galeria de Arte (avenida Prudente de Morais, 78, Cidade Jardim)

QUANDO. Hoje, na abertura, o horário de visitações será de 19h às 22h. De segunda à sexta-feira, de 12h às 19h.

QUANTO. Entrada gratuita

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave