Deslizamento de terra deixa 33 mortos no Noroeste da Colômbia

Autoridades, que informam sobre dezenas de feridos e ao menos cinco famílias desaparecidas, temem que o número de mortos aumente na região

iG Minas Gerais | AFP |

Um deslizamento de terra deixou ao menos 33 mortos, 30 feridos e cinco famílias desaparecidas no município colombiano de Salgar, Antioquia, após fortes chuvas atingirem a região na madrugada desta segunda-feira (18), informaram autoridades.

"Ocorreu uma forte enxurrada na quebrada (terreno acidentado) La Liboriana, no distrito de Santa Margarita. Temos no momento 33 mortos, mas é um número que pode aumentar", disse à AFP Inés Cardona, diretora do Departamento Administrativo de Prevenção de Desastres de Antioquia (DAPARD).

As autoridades, que informam sobre dezenas de feridos e ao menos cinco famílias desaparecidas, temem que o número de mortos aumente na região, um local de difícil acesso que se encontra inundado e coberto de barro e escombros.

Socorristas realizaram um sobrevoo para verificar o estado das vias de acesso ao município, onde são esperados nas próximas horas reforços das equipes de ajuda, assim como de unidades de atendimento às vítimas.

"Estamos atendendo uma emergência em Salgar, Antioquia", disse em sua conta no Twitter o presidente Juan Manuel Santos. "As pessoas afetadas receberão todo o nosso apoio", acrescentou, ao mesmo tempo em que indicou que a Unidade Nacional para a Gestão de Risco de Desastres (UNGRD) estava à frente da situação.

Seu diretor, Carlos Iván Márquez, disse à AFP que está a caminho para verificar os trabalhos de resgate e avaliar os danos.

O deslizamento, ocorrido às 03h00 da madrugada, foi registrado após as fortes chuvas dos últimos dias. Segundo as autoridades locais, surpreendeu os vizinhos dormindo e arrasou com a região, especialmente nos arredores do perímetro urbano.

"Arrastou tudo o que quis", disse à RCN La Radio a prefeita do município de Salgar, Olga Osorio.

O distrito de Santa Margarita, atravessado pela quebrada La Liboriana, praticamente foi apagado do mapa, acrescentou.

Santa Margarita, um dos quatro distritos de Salgar, ficou isolado após os graves danos sofridos em sua rota de acesso e em pontes devido ao aumento do nível das águas, informaram meios de comunicação locais.

O ex-presidente Alvaro Uribe (2002-2010), atual senador e líder político com forte popularidade no país, anunciou em sua conta no Twitter que se dirigia ao local depois de ter pedido ajuda ao governador de Antioquia, Sergio Fajardo.

"Saio para acompanhar a comunidade", tuitou o ex-presidente, que nasceu em Medellín, mas foi criado nesta região.

Salgar, um município de 400 km2 cercado por múltiplos cursos de água, está localizado 100 km a sudoeste de Medellín. A população total do município chega a 17.600 pessoas, segundo os últimos dados oficiais disponíveis.

Leia tudo sobre: deslizamentoNoroesteColômbiamortesdesaparecidostragédiachuvas