Pensei que fosse um novo World Trade Center, diz moradora de prédio

"Ouvi uma explosão muito forte e logo depois o barulho de concreto caindo; nessas horas, a gente pensa muita coisa", Soraia Mathias

iG Minas Gerais | Folhapress |

RJ - EXPLOSÃO/PRÉDIO/RIO - CIDADES - Uma explosão destruiu vários apartamentos   em um prédio na Rua Olímpio Mourão Filho,   perto da Rocinha, em São Conrado, zona sul   do Rio. A detonação aconteceu por volta das   5h40 desta segunda-feira, 18, e teria atingido   mais gravemente nove unidades. Até o início   da manhã, havia notícias de apenas um ferido.   O edifício, porém, foi abandonado pelos   moradores, por medida de segurança. A rua   também está sendo evacuada por risco de   desabamento e bombeiros estão no local. Há   grande quantidade de destroços, inclusive   esquadrias e portas, no pátio interno do   prédio, onde fica uma quadra de esportes.    18/05/2015 - Foto: PAULO CAMPOS/ESTADÃO CONTEÚDO
ESTADÃO CONTEÚDO
RJ - EXPLOSÃO/PRÉDIO/RIO - CIDADES - Uma explosão destruiu vários apartamentos em um prédio na Rua Olímpio Mourão Filho, perto da Rocinha, em São Conrado, zona sul do Rio. A detonação aconteceu por volta das 5h40 desta segunda-feira, 18, e teria atingido mais gravemente nove unidades. Até o início da manhã, havia notícias de apenas um ferido. O edifício, porém, foi abandonado pelos moradores, por medida de segurança. A rua também está sendo evacuada por risco de desabamento e bombeiros estão no local. Há grande quantidade de destroços, inclusive esquadrias e portas, no pátio interno do prédio, onde fica uma quadra de esportes. 18/05/2015 - Foto: PAULO CAMPOS/ESTADÃO CONTEÚDO

A primeira hipótese que ocorreu a Soraia Mathias, de 49 anos, quando ouviu a explosão que atingiu seu prédio em São Conrado, zona sul do Rio, na manhã desta segunda-feira (18), foi: este prédio vai cair que nem o World Trade Center.

"Ouvi uma explosão muito forte e logo depois o barulho de concreto caindo. Nessas horas, a gente pensa muita coisa. A primeira imagem que me veio foi das torres gêmeas desabando", disse a moradora do terceiro andar horas após o acidente, vestindo apenas um roupão.

A explosão no início desta segunda destruiu uma série de apartamentos em São Conrado, um dos bairros nobres do Rio. O prédio, que tem 19 andares e 72 apartamentos, fica na rua General Olimpio Mourão Filho.

Pedaços de concreto, de janelas e madeiras ficaram espalhados até por edifícios vizinhos. Lojas ao redor do edifício ficaram danificadas.

De acordo com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, a explosão deve ter sido provocada por um vazamento de gás. "Isso tem que ser investigado e apurado", afirmou.

Ainda há diversos moradores em frente ao edifício aguardando informações dos bombeiros, que ainda retiram animais e pessoas que possam ter ficado nos apartamentos.

"Gritei pela minha filha. Ela entrou no meu quarto dizendo que o teto do banheiro tinha desabado. Nossa porta da frente estava toda quebrada. Descemos pela escada de incêndio. As portas vermelhas estavam todas retorcidas. Isso só aumentou meu pânico", descreve Soraia.

A explosão também atingiu o prédio vizinho. Moradores contam que tiveram a impressão de que o seu próprio prédio estaria caindo. "Nunca ouvi um barulho como aquele. Quando olhei pela janela, o play estava cheio de placas de concreto, máquinas de lavar, entulho. Parecia o apocalipse", diz Fernando Coelho, 58.

Outros vizinhos contam que o vidro das janelas de seus apartamentos estouraram. Em frente ao prédio ao lado há milhares de cacos de vidro espalhados pela calçada.

Leia tudo sobre: World Trade CenterprédioRio de Janeiro