Crise pode interferir no pré-sal, segundo a Petrobras

Em documento enviado à agência reguladora, a estatal lista os riscos que o negócio pode enfrentar com quadro de crise atual

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Em reunião na Arábia, presidente da Petrobras aponta boas perspectivas
LEONARDO LARA - 9.6.2006
Em reunião na Arábia, presidente da Petrobras aponta boas perspectivas

A Petrobras admitiu que o atual cenário econômico pode dificultar a continuidade do processo de exploração e produção no pré-sal. O comunicado foi feito por meio de um relatório enviado à agência reguladora do mercado financeiro dos Estados Unidos, a SEC.

Em uma das partes do documento, a estatal lista os riscos que o negócio pode enfrentar com quadro de crise atual. Entre os fatores apresentados, a Petrobras argumenta que para ultrapassar esses obstáculos financeiros é necessário aumentar o volume de capital significativamente. 

Hoje, a empresa possui reservas de pré-sal, adquiridas através de leilões da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Além de participações em aérea integrada ao modelo de partilha, com previsão de investimento mínimo de 30% da Petrobras. As informações foram divulgadas pelo jornal 'Estado de S. Paulo'.

 

Leia tudo sobre: Criseinterferirpré-salPetrobras