Jornalista da BBC detido por fazer reportagem sobre Copa do Catar

Mark Lobel e sua equipe passaram duas noites presos, após investigarem as condições de trabalho dos imigrantes nas obras do Mundial de 2022

iG Minas Gerais | AFP |

Lobel e seus colegas foram liberados sem a apresentação de acusações contra eles, mas não conseguiram recuperar o material de trabalho
Reprodução/ YouTube
Lobel e seus colegas foram liberados sem a apresentação de acusações contra eles, mas não conseguiram recuperar o material de trabalho

Um jornalista da BBC, convidado ao Catar para uma visita guiada sobre as condições dos imigrantes que trabalham nas obras da Copa do Mundo de 2022, foi detido durante mais de 24 horas, informou a emissora de televisão britânica.

Mark Lobel, jornalista da BBC que mora em Dubai, afirmou que foi detido em Doha ao lado de três integrantes de sua equipe quando eles filmavam um grupo de trabalhadores nepaleses.

Lobel contou que passou duas noites em uma cela. Os jornalistas foram liberados sem a apresentação de acusações contra eles, mas não conseguiram recuperar o material de trabalho.

"Oito automóveis brancos cercaram nosso veículo e nos levaram para uma estrada secundária", afirma Lobel no site da BBC.

"Mais de 10 policiais nos revistaram gritando quando tentamos falar. Confiscaram nosso material e discos rígidos e depois nos levaram para a delegacia", completou.

Lobel afirmou ter sido submetido a um "interrogatório hostil".

Esta é a segunda vez em poucas semanas que jornalistas são detidos pelas autoridades do Catar no momento em que faziam uma reportagem sobre as condições de vida e de trabalho dos imigrantes nas obras para a Copa de 2022.

Em março, um jornalista de um canal alemão e um de seus colegas foram detidos quando pretendiam filmar uma área habitada por imigrantes.

As detenções acontecem no momento em que as autoridades do Catar, criticadas pelas condições de vida dos imigrantes, organizam uma campanha internacional para provar que a situação melhorou no país.

Leia tudo sobre: mark lobelbbcreportercatarpresocopa do mundo2022