A maturidade musical da Radiolaria

Elogiado pela crítica, o disco de estreia foi indicado para o 26º Prêmio da Música Brasileira, na categoria canção popular/melhor grupo

iG Minas Gerais | lucas buzatti |

Primeiro disco do quinteto mineiro foi indicado a prêmio nacional
Geraldo Bisneto
Primeiro disco do quinteto mineiro foi indicado a prêmio nacional

ntitulado “Vermelho”, o primeiro disco da Radiolaria surgiu de forma despretensiosa, em 2013, com o intuito de registrar as canções compostas pelo quinteto. Formada em 2009, a banda ilustra o desdobramento da amizade entre Felipe Xavier (voz e violão) e Felipe Barros (voz e guitarra). “Começamos a cantar em corais juntos, ainda na infância. Depois, tivemos várias bandas de rock e, com o tempo, surgiu a vontade de fazer um trabalho artístico autoral, de sair dos covers”, conta Xavier.

Elogiado pela crítica, o disco de estreia foi indicado para o 26º Prêmio da Música Brasileira, na categoria canção popular/melhor grupo. No entanto, a banda – que conta também com Wagner Costa (baixo), Pedro Rios (teclado) e Luiz Lobo (bateria) – já pensa na gravação do segundo trabalho, que tem lançamento previsto para o ano que vem.

O primeiro single do álbum, “Beijo de Cinema”, já está pronto e será lançado na Festa do Doce, que acontece no dia 30 de maio, no parque JK, com Iconili e Lô Borges. “O single consolida a proposta da Radiolaria. Estamos mais maduros, tanto na parte musical como na produção”, diz Xavier. Para conferir o som da trupe – que mistura rock a influências que vão do pop à música latina –, acesse www.radiolaria.com.br

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave