Tolentino já reduziu 106 dias

O advogado ainda defende a importância da remição de pena para o preso e a sociedade

iG Minas Gerais | Fransciny Alves* |

Ex-advogado de Marcos Valério, Rogério Tolentino, condenado no processo do mensalão, já conseguiu abater 106 dias da pena de seis anos e dois meses de prisão por trabalhar como assessor jurídico na RQ Participações, de Romeu Queiroz, também condenado.

Segundo a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Tolentino sai da Penitenciária José Maria Alkimin, de segunda a sexta, às 6h, e retorna às 18h30. Aos sábados, o horário é das 6h às 14h.

“Ele faz o trabalho administrativo, burocrático do escritório. E ele é sistematicamente vigiado, visitado por oficiais do sistema penitenciário em dias e horários desconhecidos, e ele sempre foi encontrado trabalhando normalmente”, garante o advogado de Tolentino, Antônio Velloso Neto.

O advogado ainda defende a importância da remição de pena para o preso e a sociedade. “O trabalho externo permite a volta daquele recluso à sociedade, permite que ele se sinta revigorado, produtivo. Esse é um dos objetivos da remição, é de que ele volte melhor para o convívio social. Hoje, após um ano e meio cumprindo a pena, Tolentino já está apto a voltar para sua vida normal, exercendo a advocacia, mesmo aos 65 anos. Na verdade, ele sempre esteve pronto”, declara. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave