Com direito a mais um 10, Filipinho dá show e leva o título no Rio

Surfista terminou a bateria com 19.87 contra 13.70 do australiano Bebe Durbidge, em mais uma etapa do Mundial

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Paulista chegou ao segundo lugar do ranking mundial, atrás somente de outro brasileiro, o Mineirinho
Reprodução/Facebook
Paulista chegou ao segundo lugar do ranking mundial, atrás somente de outro brasileiro, o Mineirinho
Com o apoio maciço do público que compareceu à praia da Barra da Tijuca, o paulista Filipe Toledo, 20, derrotou o australiano Bede Durbidge, 32, na final, neste domingo (17), e conquistou o título da etapa do Rio do Mundial de surfe.   Com os seus já conhecidos aéreos (manobra em que o surfista salta sobre a onda), Filipinho deu show e terminou a bateria com 19.87 pontos contra 13.70 do adversário.   O paulista sai do Rio na segunda posição do ranking, a apenas 550 pontos do líder da competição, o também brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, 28.   Filipinho não deu a menor chance para o adversário e brilhou logo no início da bateria. O público presente na Barra foi ao delírio quando, depois de conseguir um 4.50 e um 6.17, o surfista executou um aéreo muito alto para ganhar nota dez.   Este foi o segundo dez de Filipinho na competição. Ele já havia conquistado a nota máxima na quarta rodada, quando bateu o australiano Matt Banting e o havaiano John John Florence.   Depois, o paulista ganhou outras duas excelentes notas (8.33 e 8.53). Mas tinha mais. Já na parte final da bateria, Filipinho ganhou um 9.87 em mais um aéreo.   Ele não precisava mais de nada. Seis minutos antes do fim, o público já gritava "é campeão". Esta foi a segunda vitória de Filipinho na temporada em quatro etapas. Ele também venceu em Gold Coast, na Austrália, prova que abriu o campeonato.