Câmara discutirá possibilidade de táxis usarem pista exclusiva do Move

Assunto será tema de audiência pública marcada para a tarde desta segunda-feira (18); somente viagens longas e com passageiros seriam permitidas

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Compartilhadas. Táxis com destino à Cidade Administrativa e ao aeroporto poderão usar pistas exclusivas
Lincon Zarbietti / O Tempo
Compartilhadas. Táxis com destino à Cidade Administrativa e ao aeroporto poderão usar pistas exclusivas

A possibilidade da pista exclusiva do Move da avenida Antônio Carlos ser liberada para táxis será tema de audiência pública na Câmara Municipal de Belo Horizonte, na próxima segunda-feira (18). A audiência foi requerida pelo vereador professor Wendel Mesquita, atual presidente da Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo. 

O objetivo é reunir o secretário municipal de governo, Victor Valverde, o presidente da BHTrans, Ramon Victor César, o presidente do Sindicato dos Taxistas de Belo Horizonte (Sincavir), Ricardo Luiz Faedda, entre outros. 

A reunião está marcada para começar às 13h30 no Plenário Amyntas de Barros, na própria Câmara. A discussão será sobre a liberação da pista do Move da via para deslocamentos longos e com passageiros. 

Ainda de acordo com o requerimento, um estudo técnico foi realizado e apontou que após o termino das obras nas pistas exclusivas o trânsito para os motoristas de táxi poderia ser permitido, o que não ocorreu até hoje.

Enquanto isso, os taxistas precisam transitar diariamente em meio ao intenso fluxo de veículos da avenida que, principalmente nos horários de pico, gera congestionamentos nas principais avenidas da capital.