China e Índia assinam acordo comercial no valor de US$ 22 bilhões

Contratos envolvem especialmente o setor bancário, as telecomunicações, a energia social, a siderurgia, as centrais térmicas, as infraestruturas portuárias, o setor cinematográfico e também alguns temas de desenvolvimento industrial

iG Minas Gerais | AFP |

Xangai, China - China e Índia assinaram neste sábado (16) em Xangai 21 acordos comerciais no valor total de 22 bilhões de dólares, no âmbito de uma visita do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi.

"Trabalhemos todos juntos a favor de nossos interesses mútuos", disse Modi na cerimônia, que contou com a participação de empresários dos dois países. "Agora a Índia está pronta para fazer negócios", acrescentou. Pequim é o sócio comercial mais importante da Índia.

Estes acordos envolvem especialmente o setor bancário, as telecomunicações, a energia social, a siderurgia, as centrais térmicas, as infraestruturas portuárias, o setor cinematográfico e também alguns temas de desenvolvimento industrial. O eixo mais importante é o financiamento por bancos chineses de projetos na Índia.

A visita do primeiro-ministro indiano à China foi alvo de muita atenção midiática depois que o presidente, Xi Jinping, o recebeu em sua residência familiar na província de Shaanxi.

Em Pequim, seu colega, Li Keqiang, o acolheu com grande pompa no Templo do Céu. O comércio entre os dois países, que são os Estados mais populosos do mundo, soma cerca de 70 bilhões de dólares anuais, com um déficit de 38 bilhões de dólares para a Índia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave