Sem jogo do Cruzeiro, Conmebol divulga programação das quartas

Entidade deixou de fora jogo entre o clube mineiro e o argentino vencedor de Boca Juniors e River Plate, partida que foi interrompida após atos de violência na Bombonera

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Desse modo, a entidade liberou as datas e horários de apenas três confrontos: Internacional x Santa Fe-COL, Emelec-EQU x Tigres-MEX e Guaraní-PAR x Racing-ARG
Divulgação/ Conmebol
Desse modo, a entidade liberou as datas e horários de apenas três confrontos: Internacional x Santa Fe-COL, Emelec-EQU x Tigres-MEX e Guaraní-PAR x Racing-ARG

Mesmo sem ter uma definição sobre a partida entre Boca Juniors-ARG e River Plate-ARG - suspensa após atos de violência na Bombonera-, duelo que define o adversário do Cruzeiro nas quartas de final da Libertadores, a Conmebol divulgou nesta sexta-feira o calendário da próxima fase da competição. Desse modo, a entidade liberou as datas e horários de apenas três confrontos: Internacional x Santa Fe-COL, Emelec-EQU x Tigres-MEX e Guaraní-PAR x Racing-ARG.

Um dos representantes brasileiros, o Inter fará o primeiro jogo em Bogotá, na Colômbia, na próxima quarta-feira, dia 20 de maio, às 20h, no El Campín. A partida de volta será uma semana depois, no Beira-Rio, em Porto Alegre, às 19h30.

Antes, porém, na terça-feira, o Emelec recebe o Tigres, às 20h, no estádio Guayaquil. O segundo confronto será no dia 26, às 20h, no estádio Universitario.

Já na quinta-feira, dia 21, Guaraní e Racing duelam às 18h45, no Rogelio Livieres. O confronto de volta acontecerá em Buenos Aires, no estádio Presidente Perón, às 21h do dia 28 de maio.

A Conmebol informou nesta sexta-feira que o Boca Juniors enfrentará um processo disciplinar pelos atos de violência protagonizados pela sua torcida, no duelo com o River, nessa quinta-feira. O clube argentino terá até às 14h (15h de Brasília) deste sábado para apresentar a sua defesa. Desse modo, o Cruzeiro segue sem saber qual será o seu adversário nas quartas de final da Libertadores.

O clássico argentino foi suspenso, após alguns torcedores do Boca lançarem gás de pimenta contra atletas do time rival, quando estes retornavam ao gramado, logo após o intervalo do jogo.