Brasil pode perder uma posição e ficar em 8°em ranking do FMI

Baixo crescimento do PIB deve influenciar na queda de posição da economia brasileira, sendo ultrapassada pela Índia

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Safra de grãos: levantamento de junho apresenta ajustes mínimos em relação as projeções da Conab divulgadas em maio, para o Mato Grosso do Sul
Sociedade Nacional de Agricultura/Reprodução
Safra de grãos: levantamento de junho apresenta ajustes mínimos em relação as projeções da Conab divulgadas em maio, para o Mato Grosso do Sul

A economia brasileira deve cair mais uma posição no ranking dos países mais poderosos no setor econômico. Números do Fundo Monetário Internacional (FMI) mostram o Brasil em 8° lugar. Em um cenário diferente de 2011, quando o país chegou a ultrapassar o Reino Unido, o país deve ser alcançado pela Índia neste ano.

Um dos fatores considerados pelo Fundo é o valor arrecadado com o Produto Interno Bruto (PIB) de cada nação. A quantia é convertida em dólar, de acordo com as moedas internas.

O resultado negativo está dentro das expectativas, considerando o fundo de 1% no PIB em 2015, para US$ 1,9 trilhão. Em 2014, o valor arrecadado foi de US$ 2,3 trilhões. Em contrapartida, a economia indiana cresceu 7,5% em 2015, atingindo a marca de US$ 2,3 trilhões.

Os Estados Unidos aparecem no primeiro lugar do ranking nos últimos três anos, seguido pela China e Japão, respectivamente. 

 

Ranking das maiores economias do mundo em 2015:

- EUA

- China

- Japão

- Alemanha

- Reino Unido

- França

- Índia

- Brasil 

Leia tudo sobre: economiabrasilrankingFMI