Boca x River: ninguém detido e La Bombonera é fechado pelo MP

Ministério Público de Buenos Aires irá inspecionar o estádio do Boca Juniors ainda nesta sexta-feira

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Enquanto a polícia se esquiva sobre quaisquer responsabilidade dos acontecimentos da noite da última quinta-feira no clássico entre Boca Juniors e River Plate, pelas oitavas de final da Copa Libertadores, o Ministério Público de Buenos Aires resolveu fechar o estádio La Bombonera para inspeção.   O promotor geral da capital argentino, Martín Ocampo, afirmou em entrevista ao canal C5N que o estádio será inspecionado nesta sexta-feira para investigação.   "Queremos deixar claro aos cidadãos que se está investigando o que aconteceu pela cidade. Depois, as medidas apropriadas serão tomadas a partir da promotoria que cuida do caso", afirmou Ocampo.   Já o  secretário de segurança nacional da Argentina, Sergio Berni, busca direcionar a culpa pelos acontecimentos para longe da polícia local, para perto do Boca Juniors.   "Não tenho nenhuma dúvida de que a responsabilidade é do Boca Juniors", disse o secretando; complementando: "houve negligência na hora de gerar a segurança interna do estádio".   "Quando você viaja de avião leva 60 minutos para fazer a revista de 400 pessoas. Aqui passam de 60 mil. Você sabe como é: uma inspeção não é garantia de nada", acrescentou Sergio Berni.   Até o momento nenhum torcedor foi detido pela polícia, que irá analisar imagens dos acontecimentos no estádio do Boca.

Leia tudo sobre: boca juniorsriver platecaosministerio publicola bombonera