Câmara cria comissão para investigar Anel

Vereador lembrou que recursos não foram liberados até hoje por que a Prefeitura até hoje não apresentou o projeto

iG Minas Gerais | Rafael Mendonca |

CIDADES : Uma carreta arrastou pelo menos 15 veículos no Anel Rodoviário na noite desta quarta-feira (13), na altura do bairro Betânia, na região Oeste de Belo Horizonte. O motorista de um Fiat Uno teve o carro esmagado pela carreta, que desceu pelo via desgovernada, e morreu no local.

FOTO: DENILTON DIAS/ O TEMPO 13.5.2015
DENILTON DIAS / O TEMPO
CIDADES : Uma carreta arrastou pelo menos 15 veículos no Anel Rodoviário na noite desta quarta-feira (13), na altura do bairro Betânia, na região Oeste de Belo Horizonte. O motorista de um Fiat Uno teve o carro esmagado pela carreta, que desceu pelo via desgovernada, e morreu no local. FOTO: DENILTON DIAS/ O TEMPO 13.5.2015

Depois do trágico acidente ocorrido ontem no Anel Rodoviário que envolveu 11 carros e deixou um morto e quatro feridos, a Câmara dos Vereadores recolheu, na tarde desta quinta-feira, as assinaturas necessárias para a criação de uma comissão que cobrará respostas e atos sobre as obras no Anel.

O vereador Juliano Lopes (SD) fez um dos mais inflamados discursos e cobrou dos governantes. " Temos que convidar o DNIT, os governos estaduais, federais, municipais. A gente ouve o tempo inteiro que o dinheiro chegou", conta o vereador.

A situação no Anel se arrasta há longos anos já se falou em municipalizar, obras compartilhadas entre outras soluções. A Câmara também sempre se mobiliza após uma tragédia, mas dessa vez pode se estar criando uma caminho real. Pois é a "primeira vez que se cria uma comissão, a população não aguenta mais, independente de partido político é hora de resolver", afirma Lopes.

A instalação da comissão só depende de sua publicação no diário oficial.

O vereador Joel Moreira Filho (PTC) apontou a cooresponsabilidade do município pela demora das obras e pelas tragédias. O vereador lembrou que os recursos não foram liberados até hoje por que a Prefeitura até hoje não apresentou o projeto. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave