Zoológico de Belo Horizonte coloca sete áreas para adoção

Ajuda pode fazer com que melhorias que estavam previstas no planejamento estratégico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte sejam aceleradas

iG Minas Gerais | Litza Mattos |

Zoológico de Belo Horizonte coloca sete áreas para adoção
fotos pedro silveira - 11.01.2009
Zoológico de Belo Horizonte coloca sete áreas para adoção

Para ajudar na conservação e na manutenção ambiental de áreas da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB) o órgão disponibilizou, por meio do programa Parceiros da Natureza, sete áreas que poderão ser apadrinhadas. São elas: casa dos répteis, borboletário, zooboteca, aquário e estufa da Mata Atlântica, no Zoológico, e área do bicicletário e o Memorial Minas-Japão, no parque. O decreto sobre a adoção foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta quinta-feira (14).

Segundo o chefe de gabinete da FZB, Aníbal Macedo, o cadastro atende a uma demanda de mercado vinda de interessados que já haviam procurado o órgão. “O biciletário foi o primeiro a receber o patrocínio da Kibon, que ficou um ano. O borboletário é a melhor área em estado de conservação, acabou de ser reformado, e vai ser reaberto no meio do ano”, afirma.

Macedo explica que a princípio, a contrapartida é negociada de acordo com o grau de investimento dos interessados, que podem ajudar nas obras e na aquisição de equipamentos. Em contrapartida recebem retornos em mídia e publicidade.

Para o espaço que recebe mais de 1 milhão de visitantes por ano, o chefe de gabinete diz que essa ajuda pode fazer com que melhorias que estavam previstas no planejamento estratégico da FZB sejam aceleradas.

Os interessados devem preencher uma declaração de intenção, que será avaliada por uma comissão interna. Mais informações pelo telefone (31) 3246-3034.

Obras

Segundo Macedo, até setembro deste ano também serão entregues as obras da Praça das Aves e da área dos mamíferos.  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave