Nova fórmula de aposentadoria é discutida pela presidente Dilma

O objetivo do governo com tal medida é garantir que, no futuro, o Congresso não derrube um veto presidencial à proposta

iG Minas Gerais | da redação |

undefined
José Cruz / Agência Brasil
undefined
A presidente Dilma Rousseff deve realizar conversas com centrais sindicais para encontrar uma nova fórmula de aposentadoria para substituir o atual fator previdenciário.   O objetivo do governo com tal medida é garantir que, no futuro, o Congresso não derrube um veto presidencial à proposta aprovada nesta quarta-feira (13), na Câmara dos Deputados, que altera as regras de cálculo nos valores da aposentadoria.   Na noite de quarta, os deputados aprovaram uma alternativa ao fator previdenciário, a fórmula 85/95, impondo uma derrota ao governo. Assim o trabalhador poderá optar por qual mecanismo ele vai preferir se aposentar, desde que o tema se encaixe nas novas regras.   A medida provisória 664, que restringe a concessão de benefícios previdenciários, ainda precisa passar pela aprovação no Senado antes de ser sancionada pela presidente Dilma Rousseff.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave