Tricampeão mundial de surfe se vinga de brasileiro e avança no Rio

Australiano Mick Fanning venceu a bateria que abriu a fase de repescagem da etapa brasileira do Mundial de Surfe

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Mesmo sem condições ideais para o surfe, a organização do evento decidiu realizar a competição nesta quinta
Reprodução/ Facebook
Mesmo sem condições ideais para o surfe, a organização do evento decidiu realizar a competição nesta quinta

Tricampeão mundial de surfe, o australiano Mick Fanning, 33, se vingou do paulista David do Carmo, 31, e venceu a bateria que abriu a fase de repescagem da etapa do Rio do Mundial, que acontece na praia da Barra da Tijuca, nesta quinta-feira (14).

Natural de Praia Grande, litoral de São Paulo, David foi convidado a participar do torneio por ser o melhor do ranking brasileiro. Em 2014, também como convidado, ele derrotou Fanning justamente na repescagem, no Rio. Só foi eliminado pelo americano Kelly Slater, 43, que é 11 vezes campeão mundial. Dessa vez, porém, a história foi diferente.

Mesmo sem condições ideais para o surfe, a organização do evento decidiu realizar a competição nesta quinta. Na tentativa de pegar as melhores ondas, ambos os surfistas foram mais para o lado esquerdo da tenda montada na areia. E Fanning se deu melhor.

O australiano encontrou um tubo (quando o surfista fica em baixo de uma onda em forma de tubo) que lhe rendeu um 9.80. Ele terminou a bateria com 16.63 pontos. David, por sua vez, não teve sucesso em suas escolhas e fechou com 6.94 pontos.

Outro brasileiro convidado a participar do torneio, Alex Ribeiro começou bem, mas levou a virada no final da bateria contra o havaiano John John Florence, que venceu por 14.84 a 10.83.

Alejo Muniz, que ajudou Gabriel Medina a ser campeão mundial em 2014 e que também está como convidado na etapa do Rio, foi eliminado ao perder do australiano Taj Burrow, por 10.74 a 10.20. Muniz disputa a divisão de acesso do surfe e luta para voltar à elite.

Leia tudo sobre: mick fanningsurfeetapa riomundial de surfe