Motorista que provocou acidente com 11 veículo no Anel depõe

Engavetamento resultou na morte de um homem e deixou outras quatro pessoas feridas; trânsito ficou impedido por cerca de quatro horas

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

undefined
undefined

O carreteiro D.F.F., 34, que provocou o acidente com 11 veículos no Anel Rodoviário, na noite dessa quarta-feira (13), depõe na Delegacia do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran), nesta manhã de quinta-feira (14). Uma pessoas morreu e outras quatro ficaram feridas com o engavetamento. A delegada Rosângela Souza Pereira Tulher é quem investiga o caso.

O motorista da carreta, que pesava 22 toneladas, disse que não conseguiu frear quando percebeu que o trânsito estava retido no trecho. Ele não se feriu e ficou na cabine do veículo por orientação da polícia. A carreta ainda está no local do acidente, mas não atrapalha o trânsito, que flui sem retenções.

Colisões foram na altura do bairro Betânia, na região Oeste de Belo Horizonte. Luiz André Alípio de Araújo, de 43 anos, teve o carro esmagado pela carreta, que desceu pela via desgovernada, e morreu no local. O engavetamento aconteceu na altura do KM 540, próximo à entrada do bairro Buritis. Após quatro horas de interdição, o trânsito foi liberado em duas das três pistas no sentido Vitória. 

Para quem está cansado de ver mortes e acidentes no trecho, medidas urgentes são necessárias e possíveis. "A pessoa desce na esquerda e quando tenta virar para o Betânia, ele precisa curvar e não consegue parar. Então, para quem segue para o Betânia, podia ter uma via mais estreita. Tinha que ter uma mureta, dividindo a pista e para acabar com o cruzamento", pontua o caminhoneiro aposentado João Bosco de Souza, que conduziu caminhões por mais de 40 anos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave