Juiz ordena julgamento do Barcelona e de presidente por caso Neymar

Clube e dirigentes são investigados por fraudes fiscais referentes à transferência do craque brasileiro

iG Minas Gerais | AFP |

Neymar chegou ao Barcelona em 2013 saindo do Santos
Divulgação/Barcelona
Neymar chegou ao Barcelona em 2013 saindo do Santos

Um juiz espanhol decidiu nesta quarta-feira enviar a julgamento o presidente do Barcelona, Josep María Bartomeu, seu antecessor no cargo, Sandro Rosell, e o próprio clube por fraude fiscal relacionada à contratação do brasileiro Neymar.

Bartomeu será julgado por delito contra a Fazenda Pública, enquanto Rosell será processado por dois crimes contra a Fazenda Pública e outro societário. O clube, como entidade jurídica, está acusado de três delitos fiscais.  

Leia tudo sobre: caso neymarbarcelona