Merkel pede cooperação com Rússia durante visita a Moscou

Durante homenagem aos soldados soviéticos mortos durante a Segunda Guerra Mundial, chanceler alemã ressaltou a necessidade de trabalhar com o país, apesar das tensões causadas pela guerra na Ucrânia

iG Minas Gerais | AFP |

Moscou, Rússia - A chanceler alemã, Angela Merkel, prestou homenagem aos soldados soviéticos mortos durante a Segunda Guerra Mundial neste domingo (10) e ressaltou a necessidade de cooperar com a Rússia, apesar das tensões causadas pelo conflito ucraniano.

Após a chegada em Moscou, Merkel deixou uma coroa de flores no Túmulo do Soldado Desconhecido, perto do Kremlin, um gesto conciliador após se recusar a ir no sábado (9) às comemorações do fim da Segunda Guerra Mundial em Moscou.

"Precisamos trabalhar, cooperar, mesmo em situações complicadas, como a presente, e tentar encontrar soluções diplomáticas", afirmou a chanceler alemã, sobre seu relacionamento com a Rússia, no início de uma reunião com o presidente Vladimir Putin.

Os dois líderes devem falar sobre a guerra na Ucrânia, onde os combates entre o exército de Kiev e os separatistas pró-russos do Leste do país já deixaram pelo menos 6.200 mortos em pouco mais de um ano.

No sábado, a Rússia organizou um enorme desfile para marcar o 70º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista, mas a maioria dos países ocidentais boicotaram as celebrações em retaliação à participação de Moscou no conflito ucraniano.

Kiev e o Ocidente acusam o Kremlin de incentivar a rebelião separatista pró-russa e até mesmo de fornecer armas e soldados, acusações que Moscou sempre negou.

Nos últimos meses, Merkel tem desempenhado um papel-chave nas negociações sobre a Ucrânia, na qualidade de intermediária entre a isolada Rússia e os países ocidentais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave